Fique por dentro

Teoria prevê fim do mundo (de novo) em 23 de abril

Fique por dentro! | 19/04/2018 10h 41min

Uma nova data para o fim do mundo acaba de ser anunciada: 23 de abril, segunda-feira. Esta data foi estipulada com base em uma mistura entre teorias da conspiração requentadas sobre o Planeta X, numerologia e releituras do livro do Apocalipse da Bíblia.

O dia 23 de abril faz referência a uma das previsões de apocalipse mais famosas da história, quando William Miller, pregador da igreja Batista, disse que o mundo acabaria no dia 23 de abril de 1843. Mais tarde ele mudou a data para 22 de outubro de 1844, dia que ficou famoso como “O Grande Desapontamento”, já que Jesus Cristo não apareceu para dar início ao fim.

“Um pouco da especulação astral de Meade ironicamente faz eco com a previsão original, que vem de tradições antigas judaicas, Greco-romanas, entre outras”, diz Allen Kerkeslager, professor de religiões antigas e comparadas da Universidade de St. Joseph (EUA).

“Mas o autor de Apocalipse estava errado em sua previsão, então tanto seu livro quanto qualquer outro livro antigo não tem muita relevância ao prever o futuro”, disse ele ao Live Science.

Meade não é conhecido por sua consistência nas previsões. O Júpiter sequer vai estar alinhado com a constelação de Virgem no dia 23 de abril. O planeta estará alinhado com libra. Na mesma data, o sol vai se alinhar com a constelação Aries, enquanto a lua vai se alinhar com a constelação gêmeos.

 

A mais recente previsão do fim do mundo foi de David Meade, para 23 de setembro de 2017, quando o alinhamento do sol com nove estrelas e com os planetas Mercúrio, Vênus e Marte iriam preceder a passagem do Planeta X, que causaria todo tipo de problema geológico, culminando no retorno de Jesus. Nada aconteceu naquela data, e Meade adiou o evento para o final de abril de 2018.

Esta nova previsão é um repeteco da primeira. Segundo ele, o sol, lua e Júpiter vão se alinhar com a constelação de Virgem, o que ecoa com o Apocalipse 12:1-2, que se refere a uma “mulher vestida do sol, com a lua debaixo dos seus pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça. Ela estava grávida e gritava de dor, pois estava para dar à luz”.

Fonte:   REPRODUÇÃO.